Afinal, suco verde emagrece? Saiba tudo sobre a bebida queridinha da dieta

Nutricionista explica os benefícios da bebida, que pode substituir até uma salada na refeição principal

suco de coloração verde pode até não ser novidade, mas segue entre os preferidos de quem busca uma alimentação saudável. Também está, claro, no cardápio de quem quer emagrecer ou busca dietas ao estilo detox.

Mas você conhece as propriedades da bebida? Sabe se realmente é vantajoso consumi-lo? Saiba mais a seguir:

Quais os benefícios?

Os benefícios do suco verde variam de acordo com os ingredientes utilizados no preparo. De uma maneira geral, a bebida possui propriedades antioxidantes, que são aliadas no combate aos radicais livres. Também contém fibras, que melhoram o funcionamento do sistema digestivo e dão mais vitalidade e energia, além de ajudar a diminuir o estresse.

Ajuda a emagrecer?

O suco verde não deve ser encarado apenas como caminho para o emagrecimento. Mas é fato: se inserido de maneira correta em seu plano de alimentar, a bebida pode, sim, ajudar você a eliminar gordura corporal.

Elaborado com folhas como a couve, é um suco muito nutritivo e de baixa densidade calórica. Porém, você precisa estar atenta aos demais ingredientes se busca perder peso.

Não custa lembrar: o que define se você vai queimar tecido adiposo é o contexto da sua alimentação e hábitos.

Suco verde x dieta detox

São coisas completamente diferentes. A dieta detox não é feita só de suco verde e nem é uma dieta líquida, como muitos acreditam. O objetivo dessa estratégia nutricional é eliminar toxinas, priorizando alimentos naturais como frutas, verduras e cereais. Também exclui alimentos industrializados e processados, corantes, açúcares, conservantes, cafeína e bebidas alcoólicas.

É importante salientar que seu corpo tem a capacidade natural de eliminar toxinas, e não é apenas o suco verde que vai ser responsável por esse processo.

Como consumir?

O suco verde pode ser uma ótima opção para o seu café da manhã, momento do dia em que não temos barreiras para a absorção dos nutrientes. Vale também nas refeições principais, naquele dia que ficou mais difícil consumir a porção de folhas e vegetais, sabe? Os verdes não precisam ser consumidos na forma de salada – criatividade é fundamental.

Outro ponto importante é variar o tipo de verde utilizado no seu suco e não ficar apenas na couve. Isso ajuda na rotatividade de nutrientes da sua dieta.

Como fazer o suco verde perfeito

  • Opte por folhas verdes como os tipos de couve, agrião, salsa, hortelã etc.
  • O ideal é não adoçar! Para isso, invista em combinações com frutas mais maduras, como abacaxi, maçã e melão.
  • Outra maneira de enriquecer o seu suco e deixá-lo mais adocicado é utilizar água de coco natural na preparação.
  • Para finalizar, aposte em especiarias como gengibre e canela.
  • É importante consumir sem coar. Assim, você preserva as fibras do suco, fundamentais para a saúde intestinal.

É fundamental ter um acompanhamento para garantir os nutrientes necessários e optar por um suco com ingredientes pensados para você e sua rotina alimentar. Procure um profissional para o suporte necessário na hora adquirir novos hábitos, manter uma alimentação saudável e evitar compulsões alimentares.

Paula Mar Pinto é nutricionista clínica por formação, mas se considera uma “facilitadora de experiências saudáveis”. Depois de muito brigar com a balança, resolveu se aliar a ela. É autora do projeto E Agora, Nutrinha?.   

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *